segunda-feira, 16 de março de 2009

Segredos da Couve Mineira

Meninos, eu sou mineira, uai!
Não pensem que sou mais uma "curiosa" a dar receitas dos "trem" lá das Gerais, sem nunca ter pisado por lá....rsssssss




Todo mundo quer saber o "segredo" da couve mineira, fininha, soltinha....
Você pega com o garfo e não sai aquele monte de fiapos caindo garfo abaixo..rsss
Alguns leitores do blog me contaram histórias curiosas sobre a vontade de aprender a fazer a couve tradicional mineira, para acompanhar uma feijoada ou canjiquinha.

Um me contou que tinha um casal de vizinhos, a esposa era mineira. Eram muito amigos. Os vizinhos o convidaram para uma feijoada, e tinha a couve mineira, fininha, soltinha....
No dia seguinte ele procurou o casal e pediu para explicarem como se faz.
A mulher ficou com uma cara de poucos amigos, o marido engasgou, mudaram de assunto... e ninguém ensinou nada.

E você aí se lembrando da couve que tentou fazer um dia, não é? Que de fina não tinha nada....




Então... não precisa mais se desesperar, gato visitante do nosso blog de cozinha!
Não precisa sair por aí espionando a cozinha das vizinhas mineiras....rsss


Também não precisa arrumar uma namorada mineirinha, só pra tentar aprender com a mãe dela.


A "sogra" mineira não vai cair nessa, uai!

Vamos lá, gatos, acompanhem o passo a passo e muita atenção...rss


1- Vamos começar pela escolha da couve. Não se deixe levar por folhas gigantes.
A boa couve tem ainda folhas pequenas ou médias, verdinhas, molinhas.



2 - Não lave as folhas ainda. Com as folhas secas, examine cada uma.
Descarte as folhas com furinhos ou partes amareladas.



3 - Retire a parte mais grossa do talo de cada folha. Deixe somente a parte mais fina.

4 - Atenção agora: a parte de cima da folha, sem o talo, ficou em formato de V, não ficou?
Dobre os lados dessa parte (de cima). Assim:



5 - Faça isso com todas as folhas, colocando depois de dobradas, uma sobre a outra, formando uma "pilha": Faça um rolo apertado das folhas:


6 - Segure firme para não desenrolar.


7 - Corte a ponta desse rolo, essa parte não vai ser usada.


8 - Comece a cortar em uma tábua de cozinha ou pia.

Importante em todo o corte da couve, ter uma faca bem afiada. Não importa o tamanho, algumas pessoas se ajeitam melhor com facas grandes, outras com faquinhas pequenas. Importa é ser bem afiada e não ser serrilhada.


9 - Segure o rolo bem firme durante todo o processo de corte. A faca deve cortar o rolo como se cortasse um salame, não pode "dançar", "mascar" o rolo.


10 - Para não ter aqueles fiapos loooongos e dificeis de colocar na boca, fazemos assim. Após toda a couve cortada, corte os fiapos no sentido do comprimento. Corte em vários lugares.


11 - Lave a couve cortada e escorra bem.
Em uma panela, coloque óleo, cerca de 3 colheres.


12 - Coloque sal a gosto, cerca de uma pontinha de colher de pau.


13 - Agora pingue água fervendo, cerca de uma xícara rasa.


14 - Jogue a couve e mexa com a colher.


15 - Também é segredo mineiro: Se quer a couve bem verdinha, coloque uma pitada de açúcar ao refogar.


16 - Mexa rapidamente e aguarde 1 minuto em fogo baixo. Não deixe a couve "cozinhar", retire assim que ficar macia. E está pronta para servir.



Algumas pessoas, ao colocar o óleo, colocam cebola fatiada, bacon em cubinhos, toucinho, linguiça calabresa fatiada, etc. Isso não é costume no dia a dia, é mais para uma couve que vai acompanhar pratos especiais, como a feijoada, pirão, etc.
Quem gostar, coloque; quem não gostar, faça assim, à maneira tradicional e básica.

Um detalhe: não coloque alho na couve. Depois que esfria um pouquinho, o alho dá um sabor muito forte, quase que "azeda" a couve. Não aconselho.

E pode ir dizendo "uai, sô!", "que trem bão", essas coisas. Senão você não convence....rssss
Bjinhos...

10 comentários:

Thami Silva disse...

Um achado seu Blog, adorei a receita, da forma que eu tava procurando, bem explicado, simples, aprendi direitinho.

Bjos. =)

DMfonoaudiologia disse...

Amei a receita! Tenho certeza que minha certeza vai ser um sucesso. Bjs

Anônimo disse...

Nunca vi tamanho absurdo, couve sem alho? Ara! Se tá por fora, o alho é parte primordial da couve senão, ai é que não tem graça, é o mesmo que comer capim direto da fonte! bah!

xicoloni disse...

Uai sô! Esse trem é bom divera!

Betechef disse...

Boa tarde,
Passeando pela net parei aqui, gostei muito e peguei emprestado umas fotos e algumas explicações suas sobre sobre o passo a passo de como fazer couve.Coloquei lá no meu blog, mas claro com seus créditos.
Um bom domingo!

Ravnos disse...

Muito bom.

Beijo no pescoço
[risos]

JujuBebella disse...

Fiz a receita e ficou uma delicia, agora tenho que concordar com nosso amigo anonimo que sem o alho nao dah! Sei que eh questao de gosto, entao eu acrescentei alho em fatias finas logo no comeco, quando o oleo estah esquentando, assim ele fritou um pouco o alho antes da agua fervente ser adicionada. Outra coisa: diminui o oleo pra uma colher e, embora mais "sequinha" e menos brilhante, ficou mais saudavel e ainda assim muito gostoso!

JujuBebella disse...

Fiz a receita e ficou uma delicia, agora tenho que concordar com nosso amigo anonimo que sem o alho nao dah! Sei que eh questao de gosto, entao eu acrescentei alho em fatias finas logo no comeco, quando o oleo estah esquentando, assim ele fritou um pouco o alho antes da agua fervente ser adicionada. Outra coisa: diminui o oleo pra uma colher e, embora mais "sequinha" e menos brilhante, ficou mais saudavel e ainda assim muito gostoso!

Ederson Sezimbra disse...

A receita deu muito certo um sabor incrível!

damasceno damasceno disse...

Coloquei alho picado , ficou delicioso , podem usar , fica delícia .